HOSPITAL DE ALTA COMPLEXIDADE
"PTE. JUAN DOMINGO PERÓN"
O Hospital de Alta Complexidade “Pte. Juan Domingo Perón” anseia ser uma instituição de transcendência regional, nacional e internacional, no campo assistencial, docente e de investigação. Contamos com uma tecnologia inteligente dirigida por um grupo de experimentados profissionais que melhora a qualidade de diagnóstico, reduz riscos de erro, maximiza os efeitos curativos, diminui os custos e otimiza o uso dos recursos.
Serviços

Estatística e Informação

O Serviço começou a funcionar em outubro do ano 2003 com sete agentes ativos, distribuídos nas áreas de estadísticas e arquivo, a maioria pessoal proveniente de outras instituições de saúde, estes agentes realizavam tarefas de recolecção e registros de prestações efetuadas a pacientes, usando como ferramenta de suporte o office. Os primeiros serviços de atenção ao público foram: Banco de Sangue, Laboratório de Análises Clínicos, Biologia Molecular, Anatomia Patológica e Diagnóstico por Imagens.  

A partir do ano 2005, incluíram-se outros serviços como o de Consultório Externo, Internação Hospital de Dia (Oncologia), Sala de cirurgia, Kinesiologia, Dpto. de Cardiologia, Hemodinâmica, Saúde Mental, Enfermagem, entre outros que foram-se incorporando de acordo às necessidades de atenção do paciente, pelo que se requerer maior qualidade de recurso humano para o serviço, principalmente nas áreas de internação e hospital de dia. A tarefa dos novos agentes assignados para estes setores consistia, em coletar nas primeiras horas do dia, os dados correspondente ao movimento dos pacientes hospitalizados e a utilização dos leitos cada dia, trabalhos realizados “habitação por habitação”.

Com a incorporação do Software “Sistema SIHAC”, automatizaram alguns procedimentos administrativos, deixando-se de realizar algumas atividades, como por exemplo o percorrido” sala por sala” para a recolecção de dados, mas se acrescentaram outras tarefas, como o de recupero de gastos entre outros. 

Atualmente o Hospital de Alta Complexidade “Juan Domingo Perón" conta com 74 serviços ativos, com mais de mil agentes, entre médicos, enfermeiros, licenciados, engenheiros, técnicos, farmacêuticos, pessoal administrativos e outros recursos humanos.

MISSÃO:

A área de Estadística é um serviço unificado, integrador de funções para recopilação, produção, análise e difusão de informes estadísticos confiáveis, para a gestão hospitalar, tornando-se em um instrumento eficaz para otimizar a produtividade do Hospital, a qualidade de seu funcionamento e a atenção ao paciente.

FUNÇÃO:

  1. Coleta, validação, análise, procedimento e difusão dos dados com periodicidade definida, tanto a nível local como externo, segundo critérios estabelecidos pelos distintos níveis.
  2. Organizar e coordenar a recolecção de dados para a geração de indicadores de saúde e elaboração de quadros estadísticos, essencial para a gestão e/ou gerenciamento do serviço de saúde.
  3. Obter informação diária sobre os leitos disponíveis, sua utilização e o movimento de pacientes acontecido na área de internação, instrumento que brinda informação de interesse local, jurisdicional e nacional, complementarmente de utilidade para estúdios e investigações especiais, sanitárias e epidemiológicas.
  4. Geração de mostras para o processamento do diagnóstico e /ou motivo de consulta médica ambulatória para conhecer o perfil de mobilidade atendida no hospital.
  5. Acompanhar e promover a capacitação do recurso humano nos distintos níveis, com o objetivo de melhorar a fonte de dados, e assim obter confiabilidade na elaboração de informes para a gestão hospitalar.

Detalhes das tarefas do serviço:

ÁREA DE INTERNAÇÃO:

Informes diário de pacientes internados:

 Impressão de informes de pacientes internados e ingressos de dias anteriores.

PROMEDIO DE 242 Informes

Confeição e Impressão de informes de paciente internados com cobertura social com mais de 10 dias de estada.

Censo Diário: 

Isto consiste em ingressar o número de leitos disponíveis diariamente por salas de internação e hospital de dia no sistema SIHAC.

PROMEDIO DE 4.290 registros diários 

Codificação de doenças de pacientes internados: 

Confecção de indicadores de Internação:

ÁREA DE CONSULTORIO EXTERNO

Controle, gestão e registros de turnos no  consultório externo:

> ADMISSIONADO: "PACIENTE ATENDIDO", o médico registra o diagnostico presuntivo ou  principal do  paciente.

> FALTA DIAGNOSTICO: Sem  diagnóstico ainda , o sistema  toma como "NÃO ATENDIDO"

> AUSENTE  COM AVISO: O paciente se ausenta mas com prévio aviso, o sistema o toma como  "NÃO ATENDIDO".

> AUSENTE SEM AVISO: O  paciente se ausenta sem  aviso,  o sistema  o toma como  "NÃO ATENDIDO".

> NÃO  ATENDIDO: é o estado normal de um turno programado. o sistema o toma como  "NÃO ATENDIDO".
Ordenamento das fichas e posterior controle de coincidências com o sistema.
Confecção de um informe de consultório.

REMISSÃO DE INFORMES PARA O  MINISTERIO DE DESENVOLVIEMNTO HUMANO

Informes Epidemiológicos Remitidos ao Ministério de Desenvolvimento  Humano com periodicidade semanal e/ou imediata.

NOTIFICAÇÃO INDIVIDUAL IMEDIATA PERANTE  CASO DE SUSPEITA: Recepção de formulários de casos suspeitos , detectados no hospital correspondente àquelas ocorrências que requerem uma intervenção imediata, pelo que a notificação se realiza perante  suspeita clínica. Realiza-se dentro das 24 horas do caso acontecido utilizando como via são notificados imediatamente por email ao área de epidemiologia do Ministério de Desenvolvimento Humano, e logo depois  se enviam os formulários. 

No ano 2017, realizaram-se um promédio de 70 notificações por mês de sindrome febril (dengue, chikungunya, zika, etc.),  influenza, meningoencefalite , sindrome congênito associado ao  zika, etc.)

NOTIFICAÇÃO  INDIVIDUAL SEMANAL: correspondente àqueles eventos geralmente endêmicos e que não requerem de uma intervenção imediata exceto tratar-se de um brote. A notificação se realiza perante caso de suspeita e posteriormente se retifica com a confirmação segundo corresponda. Isto se realiza preenchendo os seguintes formulários :

• SISTEMA NACIONAL DE VIGILÂNCIA DE SAÚDE (NACYDEF): Vigilância epidemiológica semanal de nascimentos e mortes  de crianças  menores de 5 anos e  maternas(idade  fértil 15 a 49 anos)

• SISTEMA NACIONAL DE VIGILÂNCIA DA SAÚDE  (SNVS)

• DEFUNÇÕES  DE HOMENS   E MULHERES DE 10 A 19 ANOS

• DEFUNÇÕES  DE MULHERES POR CÂNCER DE COLO DE ÚTERO  

Realizou -se a notificação: Semana Epidemiológica Nº 49 do ano 2017

Informes estadístico mensal das distintas modalidades serviços  da instituição , remitidos ao Ministério de Desenvolvimento  Humano com  periodicidade mensal.

• Informes de produção  mensal de práticas e métodos diagnósticos.

• Rendimento por profissionais e serviços .

• Resumo  mensal de operações  e  manipulações  cirúrgicas .

• Resumo  mensal de serviços especiais .

• Resumo  mensal de consultas médicas ambulatórias por unidades operativas.

• Resumo  mensal de consultas médicas ambulatórias.

• Informe estatístico do  hospital de dia.

• Informe estatístico  de laboratório de biologia molecular.

• Informe  estatístico  de laboratório de análises clínicas .

• Informe estatístico   de diagnóstico por imagens.

Para mais informações, contate-nos
COMO CHEGAR?